quarta-feira, maio 29, 2013

Apresentação dos Seniores do SC Pombal - 2013/2014


Sporting Clube de Pombal
-----
Fundado em 1922
-----
Estádio Municipal de Pombal (Relvado Natural)
-----
PLANTEL 2013-2014
Guarda-Redes : Sérgio e Pesca
Defesas : João Miguel (ex-SCL Marrazes), Baresi (ex-AC Marinhense), Lomba (ex-CCR Alqueidão da Serra)
Médios : Miguel Carvalho (ex-CCR Alqueidão da Serra), Miguel Xavier, Nélson Brites, Cristiano (ex-SCL Marrazes)
Avançados : Semedo (ex-Linda a Velha), Rica, João Pinto, Rúben Martins (ex-SCL Marrazes), Diogo Neves (ex-GD Pelariga)
Treinador : Nuno Pereira. Em Janeiro Fernando Mateus assumiu o comando técnico da equipa.
Adjunto :
Dirigentes :
Presidente : José Hilário
----- 
Histórico
2011-2012 : 3ªDivisão Nacional / Série D - Manutenção
2012-1013 : 3ªDivisão Nacional / Série D - Descida aos distritais.
2013-2014 :
Plantéis
Sabes mais sobre esta equipa ou tens fotos da mesma? Então envia-nos para fdleiria@hotmail.com para termos este espaço cada vez mais completo.

6 comentários:

  1. 3ªJornada da Divisão de Honra - Seniores
    Estádio Municipal de Pombal
    Árbitro: Rúben Capela (AF.Leiria)
    .
    Sp. Pombal
    Sérgio, Cristiano (Paulo Santos, 55′), Baresi, João Miguel e Lomba; Miguel Xavier, João Pinto, Rica; Miguel Carvalho (Nélson Brites, 67′), Rúben e Semedo (Diogo Neves, 75′)
    Suplentes não utilizados: Pesca, João Carlos, Dani e Gonçalo Pimenta
    Treinador: Nuno Pereira


    CCR Alqueidão da Serra
    Domingos, Paulo, Plim, Telmo (Crouch, int) e Norberto; André, Conca, Miranda, Fula (Rodas, 77′), Zé Carlos e Xavi (Capucho, 64′)
    Suplentes não utilizados: Tonny
    Treinador: Paulo Varela
    .
    Marcadores: Semedo (28′ e 40′)

    .
    O Sp.Pombal soma e segue no campeonato da Divisão de Honra. Ao fim de três jornadas, o conjunto de Nuno Pereira soma por vitórias os jogos disputados. Diante do Alqueidão da Serra, os Leões do Arunca tiveram duas caras, uma na primeira parte em que foram claramente melhores em relação ao seu adversário e, outra na segunda, em que sentiram algumas dificuldades perante o maior fulgor do Alq. Serra.
    Os primeiros 45 minutos tiveram um Sp. Pombal dominador e com um futebol aprazível. As oportunidades iam surgindo, mas sem o golo aparecer. Aos 28 minutos , Semedo faz 1-0 para os locais, num golo que veio trazer justiça ao marcador. O Sp.Pombal poderia ter aumentado a vantagem no marcador, mas Miguel Carvalho e Semedo mostraram-se perdulários na finalização.
    Ao minuto 40, surge o 2-0, com Semedo novamente a facturar e a bisar na partida. Nos últimos cinco minutos do primeiro tempo, o conjunto de Paulo Varela teve perto de marcar em duas situações, mas sem sucesso.
    Ao intervalo Paulo Varela mexeu na equipa, com a saída de Telmo e a entrada de Crouch. O conjunto de Alqueidão da Serra entrou com outra postura e começou a acercar-se com maior perigo da baliza de Sérgio.
    O Sp.Pombal não mantinha o mesmo dinamismo exibido no primeiro tempo, mostrando pouco afoito nas tarefas defensivas e ofensivas. Apesar do maior domínio do conjunto visitante o golo não aparecia.
    Em período de descontos, o Alq.Serra beneficiou de uma grande penalidade, mas Conca chamado a converter, rematou por cima.
    Arbitragem fraca de Rúben Capela, tanto a nível técnico como disciplinar. Dúvidas no lance da grande penalidade.
    Na próxima jornada o Sp. Pombal desloca-se ao reduto do Pataiense, enquanto o Alq. Serra recebe o Figueiró dos Vinhos

    ResponderEliminar
  2. 4ªJornada da Divisão de Honra 2013-2014

    Campo da Floresta, Pataias
    Árbitro: Paulo Ferrás.

    Auxiliares: Ricardo Morgado e Gonçalo Carreira.
    Espectadores: 200.
    .


    CD Pataiense 2
    Edy, Vidinha, Mário Wilson, Dinis, Diogo S., Célio, João C. (Matos, 91 min.), Tiago D. (Baixinho, int.), França (Filipe N., 71 min.), Nelinho e Nascimento.

    Não jogaram: Alexandre, Dyma, Marco Veiga e Filipe S.
    Treinador: José Carlos.
    .
    Sp. Pombal 1
    Sérgio, Lagoa, Lomba, Paulito, João Miguel, Nelson Brites (Pimenta, 82 min.), Rica, J. Pinto, Miguel Carvalho (Cristiano, 63 min.), Semedo (Diogo Neves, 71 min.) e Rúben Martins.

    Não jogaram: Xola, Pesca, Dani e Tomás.
    Treinador: Nuno Pereira.
    .Ao intervalo: 0-1.
    Golos: 0-1 por Lagoa (45 min.); 1-1 por Baixinho (54 min.); 2-1 por França (56 min.).
    Acção Disciplinar: Amarelo a Dinis (34), Rica (81), Filipe N. (88), Baixinho (90), Edy (91)e J. Pinto (90+1).
    .
    O Pataiense surpreendeu tudo e todos ao levar de vencida o até aqui invicto Sp. Pombal por 2-1.
    Num jogo muito disputado mas nem sempre bem jogado, a primeira oportunidade de golo surgiu para o Pataiense num livre lateral onde Dinis cabeceou por cima da baliza de Sérgio. A partir daqui, o Sp. Pombal tomou conta do jogo e criou perigo após excelente trabalho de Rica na direita, com Ruben a aparecer sozinho na pequena área mas a cabecear para fora. No minuto seguinte, Semedo, isolado, permitiu a defesa de Edy. A culminar esse ascendente do Pombal surgiu o golo inaugural na sequência de um canto curto com Lagoa a corresponder de cabeça ao cruzamento de João Miguel.
    Na etapa complementar, o Pataiense entrou com outra postura tendo sido premiado com dois golos de rompante. Célio iniciou a recuperação ganhando uma bola no meio-campo onde o recém-entrado Baixinho finalizou à boca da baliza uma bela jogada de envolvimento.
    Ainda a equipa pombalense digeria o empate e já se via em desvantagem no 'placard', com França a encostar para a baliza deserta fazendo o 2-1.Na resposta, Ruben voltou a falhar perante Edy, com o Sp. Pombal a tomar contar do jogo sem que, com isso, conseguisse criar verdadeiras situações de perigo contra uma defensiva do Pataiense onde Mário Wilson foi imperial.
    Um resultado que premeia a eficácia da equipa da casa e a inoperância do até então líder do campeonato.Arbitragem regular de Paulo Ferrás.
    .
    Opinião dos treinadores:
    José Carlos (Pataiense): "Sabíamos que seria um jogo extremamente difícil contra um crónico candidato ao título, mas não há vencedores antecipados. A segunda parte valeu pela grande atitude competitiva demonstrada e o resultado acaba por se justificar".
    Nuno Perreira (Sp. Pombal): "A minha equipa foi melhor que o Pataiense mas isso não se reflectiu no resultado. Fizeram três remates à baliza e conseguiram dois golos. Por isso, estão de parabéns".

    Texto e foto: Fábio Osório (Diário de Leiria)

    ResponderEliminar
  3. 5ªJornada da Divisão de Honra 2013-2014

    Parque de Jogos Fonte da Senhora, Benedita
    Árbitro: André Moreira.

    Espectadores: 80.

    .

    Beneditense 0
    Diogo Soares, Tiago Gonçalves, Élio, Tiago Oliveira (Leandro, 84 min.), Diogo Fialho, Batuto (Lucas Grilo, 80 min.), Miguel Peralta, Tonicha (Lucas Guedes, 64 min.).

    Não jogaram: Gonzaga, Miguel Sarrazina, André Justino.
    Treinador: Dário Catarino.
    .
    Sp. Pombal 1
    Sérgio, Lagoa, Baresi, Lomba e João Miguel, Nélson Brites (Semedo, int.) e Rica; João Pinto, Rúben (Gonçalo Pimenta, 78 min.) e Cristiano; Diogo Neves (Miguel Carvalho, 65 min.).

    Não jogaram: Pesca, Dani, Paulito e Tomás.
    Treinador: Nuno Pereira.
    .
    Ao intervalo: 0-0.
    Golos: Cristiano (48 min.).
    Acção Disciplinar: Amarelo a Lomba (5 min.) e Miguel Sarrazina (30 min.). Vermelho directo a André Justino (20 min.) e Diogo Fialho (87 min.).
    .
    O Sp. Pombal derrotou o Beneditense por 1-0 e continua na perseguição aos líderes Alcobaça e Peniche. A arbitragem de André Moreira foi muito contestada pelos locais, que se queixaram de dualidade de critérios durante toda a partida e terminaram o encontro reduzidos a nove unidades, fruto da expulsão de André Justino e Diogo Fialho.
    Os primeiros 45 minutos foram muito equilibrados, com o Beneditense, mesmo reduzido, a estar bem organizado defensivamente. Registo ainda para uma grande penalidade desperdiçada pelos leões do Arunca com o avançado Diogo Neves a permitir a defesa de Diogo Soares.
    No regresso dos balneários, o Sp. Pombal chegou ao golo por Cristiano e dominou a partida, contudo, sem conseguir aumentar a vantagem muito por culpa do guarda-redes beneditense.
    Na parte final da partida o Beneditense ficou reduzido a nove unidades por expulsão de Diogo Fialho por protestos para com o trio de arbitragem.
    O árbitro André Moreira cometeu alguns erros, não estando ao nível que já nos habituou. Benefício da dúvida na grande penalidade assinalada.

    ResponderEliminar
  4. 7ªJornada da Divisão de Honra 2013-2014
    Campo da Charneca, Pousos
    Árbitro: Paulo Ferrás.
    Auxiliares: Gonçalo Carreira e Gonçalo Fino
    Espectadores: 250.

    GRAP 1
    Mocheco, Fábio Martins (cap.), Oliveira, Ricardo Pontes, Cristiano, Bruno Ilídio (Neves, 81min), Luisinho, Faustino, Pedro Li, João Paz (Celso, 86min) e Colaço.
    Não jogaram: Rui, Vasco, Duarte e Pedro Torres.
    Treinador: Bruno Veloso.
    .
    Sp. Pombal 2
    Sérgio, Lagoa, Lomba, Baresi, Ratinho, Nelson Brites, João Pinto (cap.), Rica, Miguel Carvalho(Diogo Neves, 71min), Semedo(Paulito,90+3) , Rúben Martins.
    Não jogaram: Xola, Pesca e Miguel Xavier.
    Treinador: Nuno Pereira.
    .
    Ao intervalo: 1-0.
    Golos: 1-0,Faustino (30min), 1-1, Miguel Carvalho (49min), 1-2, Ruben Martins (84min).
    Acção Disciplinar: Amarelo a Nelson Brites (24min e 90+3min), Colaço (40min), Bruno Ilídio (42min), Cristiano (45min), Ruben Martins (70min), Baresi (70min), João Pinto (90+2min). Vermelho a Nelson Brites (90+3min).
    .
    O Pombal apostou em três avançados móveis e desde cedo tomou conta do jogo, mas criou perigo num só lance com João Pinto a rematar com perigo à baliza de Mocheco.
    A equipa da casa tentava equilibrar as operações e, à meia-hora de jogo, numa clara falha de comunicação entre Baresi e Sérgio, Faustino não se fez rogado e, faz o primeiro golo da partida.
    Até ao intervalo, muita disputa a meio-campo onde as oportunidades de golo rareavam.
    Na etapa complementar, os pombalenses entraram determinados a virar o rumo dos acontecimentos e, logo após 4 minutos do apito, aproveitando uma sobra de bola à entrada da área, e, depois de um desvio num defesa contrário, Miguel Carvalho restabeleceu a igualdade. Poucos minutos volvidos, Nelson Brites, com um potente remate, quase faz golo.
    Na parte mais morna do jogo, heis que surge o caso do jogo: Pedro Li aparece estatelado dentro da área, com o árbitro a ordenar a marcação de grande penalidade, com grande reclamação das hostes visitante. Mas, na marcação, o capitão Fábio atira ao lado.
    Os GRAP poderia logo de seguida desfazer a igualdade, mas João Paz, depois de já ter ultrapassado o guarda-redes, falha escandalosamente com a baliza à sua mercê.
    E, como diz o ditado, quem não mata morre. Ruben Martins justifica essa velha máxima e, dando consequência a um bom cruzamento de Semedo, faz de cabeça o 1-2 final.
    O mesmo Rúben (o melhor em campo) poderia ter ampliado o marcador com um bonito pontapé acrobático.
    Nos instantes finais, grande pressing da equipa da casa mas, sem resultados práticos.
    Arbitragem regular, dando-lhe o beneficio da dúvida no lance da grande penalidade assinalada

    ResponderEliminar
  5. SC Pombal 2
    Sérgio, Lagoa, Baresi (Paulito, 14 min.), Lomba, Paulo Martins, Cristiano (Diogo Neves, 80 min), Rúben Martins, João Pinto (Cap.), Rica, Miguel Carvalho, Semedo (Gonçalo Pimenta, 60 min.).

    Não jogaram: Pesca, Tiago, Dani, João Carlos.
    Treinador: Nuno Pereira.
    .
    Guiense 1
    Pedro, Tarrafa, Pedro Dias (Cap.), João André, Canas, Zé Pedro (Gato, 39 min.), Félix (Bruno Martins, 76 min.), Joni, João Diogo, Fábio, Iulian (Tito, 66 min.).

    Não jogaram: Cheta, Paulo, Cristiano, Samuel.
    Treinador: José Godinho.
    .
    Ao intervalo: 1-0.

    Golos: 1-0 Semedo (20 min.), 1-1 (Canas, 52 min.), 2-1 João Pinto (69 min., g.p.).
    Acção Disciplinar: Amarelo a Iulian (51 min.), Cristiano (61 min), Lomba (74 min), Paulito (83 min.), Pedro Dias (90+4 min.).
    .
    O SC Pombal recebeu e venceu o Guiense mantendo a liderança no campeonato. O jogo começou equilibrado, com as duas equipas a arriscarem pouco e a procurarem jogar no erro do adversário. Paulatinamente, o SC Pombal foi crescendo e passou a dominar por completo o jogo.
    Assim, não foi de estranhar que chegasse o golo. Lance de ataque de Rica na direita, Rúben Martins falhou quando tinha tudo para fazer o golo e, no seguimento da jogada, Semedo à entrada da área rematou colocado para o 1-0.
    Em vantagem no marcador, o SC Pombal não desacelerou e quase chegou ao 2-0 num remate de Miguel Carvalho que bateu num defesa, e já com Pedro completamente batido, a bola foi ao poste.
    Ao minuto 27, e depois de um lance que deixou algumas dúvidas, Marco Gomes assinalou grande penalidade para o Guiense, a castigar falta sobre Joni, mas Pedro Dias, encarregue da marcação, rematou para fora. O SC Pombal continuou mais forte e perto do intervalo, beneficiou de mais dois lances de muito perigo. Primeiro, foi Miguel Carvalho que rematou para golo já dentro da pequena área, mas um defesa do Guiense conseguiu cortar a bola em cima da linha de golo. Depois foi Rúben Martins que, em boa posição, tentou o remate, mas permitiu a defesa de Pedro para canto.
    A segunda parte começou com um Guiense mais atrevido e isso notou-se logo aos 52 minutos quando Canas tenta a sua sorte de muito longe e é feliz ao marcar um grande golo. O jogo estava mais aberto e com o SC Pombal a procurar chegar a vantagem novamente, ia deixando espaços nas costas, que o Guiense ia procurando aproveitar em rápidos contra-ataques. Num desses lances, Joni apareceu isolado na cara de Sérgio, mas permitiu a antecipação.
    Na resposta, Miguel Carvalho rematou no interior da área, mas Pedro defendeu mais uma vez para canto. Até que aos 69 minutos, num lance que deixou algumas dúvidas, Marco Gomes considerou que Gonçalo Pimenta sofreu falta dentro da área. Na marcação, João Pinto fez o 2-1 para o SC Pombal.
    Em desvantagem, o Guiense procurou novamente chegar ao golo com Fábio a cabecear fraco para fora após canto, quando tinha tudo para fazer o empate. Perto do fim, Tito que a passe de Canas, rematou cruzado com a bola a sair a milímetros do poste esquerdo de Sérgio.
    Vitória justa do SC Pombal, principalmente pelo que fez na primeira parte, onde não fossem os seus avançados estarem em tarde desinspirada, poderia ter conseguido um resultado muito mais dilatado. Quanto ao Guiense, na segunda parte equilibrou o jogo e discutiu-o até final
    Quanto a arbitragem de Marco Gomes, teve uma tarde de muito trabalho, com muitos lances complicados, principalmente dentro das áreas. Nos lances das grandes penalidades parece-nos que são ambas forçadas, mas estava bem colocado e teve o mérito de aplicar o mesmo critério em ambas.

    ResponderEliminar
  6. SP. Pombal 5
    Sérgio, Lagoa (Gonçalo Pimenta ,70 min), Paulo Santos, Lomba, Paulo Martins; Nélson Brites (Diogo Neves, 50 min), João Pinto, Rica, Cristiano, Rúben e Miguel Carvalho (Miguel Xavier, 56 min).

    Não jogaram: Pesca, João Miguel, Semedo e Dani.
    Treinador: Nuno Pereira.
    .
    GD "Os Nazarenos" 0
    Danilo; Chiquinho, Ivo, João Bem e Pedro (Bruno Estrela, 71 min), Henrique, Tiago, Mauro Eustáquio (João Ricardo, 84 min) e Hamilton; Daniel e João Vieira (Tiago II, 63 min).

    Não jogaram: Bruno Estrelinha, João Robalo e Afonso.
    Treinador: Francisco Mota.
    .Ao intervalo:4-0.
    Golos: Rúben (17 min), Miguel Carvalho (18 min), Cristiano (31 min), Rica (34 min) e Diogo Neves (83 min).
    Acção Disciplinar: Nada a registar.
    .
    O Sp. Pombal soma e segue na Divisão de Honra. A equipa de Nuno Pereira goleou, ontem, o Nazarenos por 5-0, numa partida em que ficou expressa a superioridade dos leões do Arunca. O líder do campeonato continua a deter uma vantagem de três pontos sobre o Pataiense e aumentou a vantagem sobre o Alcobaça e Peniche.
    Diante do Nazarenos, o Sp. Pombal cedo assumiu as despesas do jogo e a procura do golo. O tento inaugural surgiu aos 17 minutos, da autoria de Rúben. Um minuto depois, nova boa jogada do ataque do Sp. Pombal e Miguel Carvalho a atira a contar para o 2-0.
    O Nazarenos não conseguia incomodar o último reduto do conjunto sportinguista e, foi sem surpresa, que o Sp. Pombal aumentou a vantagem por Cristiano. Três minutos depois, novo golo para os comandados de Nuno Pereira, desta vez por Rica.
    O intervalo chegou após 45 minutos em que o líder justificou a posição que ocupa na tabela. Uma exibição de ‘encher o olho’ perante um Nazarenos que praticamente não existiu durante a primeira parte.
    No segundo tempo, os Leões do Arunca baixaram o ritmo, o que é normal, fruto da vantagem que detinham na partida. O Nazarenos arriscou um pouco mais, mas continuou a acercar-se poucas vezes da baliza de Sérgio.
    O técnico Nuno Pereira lançou na partida o experiente Miguel Xavier, que regressou à competição, após lesão.
    Os locais continuavam a deter o controlo da partida, criando algumas oportunidades, mas a não conseguir ser tão eficaz em relação ao primeiro tempo. A sete minutos do final da partida o avançado Diogo Neves estabeleceu o resultado final na partida.
    Com 10 jornadas disputadas, o Sp. Pombal soma nove vitórias e uma derrota, confirmando que é candidato à subida e, neste momento, o conjunto que parece ter mais argumentos para tal. O Nazarenos deu uma pálida imagem em Pombal. O treinador Francisco Mota tem muito trabalho a fazer para retirar o conjunto da Nazaré dos últimos lugares.
    Boa arbitragem do trio liderado por Nuno Cadete.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...