terça-feira, agosto 13, 2013

Apresentação dos Seniores do Caldas SC - Temporada 2013/2014


Caldas Sport Clube
--
Fundado em 1916
--
PLANTEL 2013-2014
Guarda-Redes : Luís Paulo e Maurício
Defesas : Frias, Militão, Rui Almeida, André Jesus, Sidibé, Flávio
Médios : Miguel Andrade, Luís Farinha, Mustafá, André Simões
Avançados : Sabino, João Rodrigues, Telmo
Treinador : Ricardo Moura.
Adjunto : Renato Fernandes
Dirigentes :
Presidente : Vítor Marques
----
Histórico
1983-1984 : 12ºClassificado na 2ªDivisão Nacional/Série Centro.
2011-2012 : 2ªDivisão Nacional / Série Sul - Descida
2012-2013 : 3ºDivisão Nacional / Série D - Subida ao Campeonato Nacional Seniores.
2013-2014 : Campeonato Nacional Seniores/Série F -
Plantéis
---
Sabes mais sobre esta equipa ou tens fotos da mesma? Então envia-nos para fdleiria@hotmail.com  para termos este espaço cada vez mais completo.

5 comentários:

  1. O Caldas Sport Clube, que vai disputar o Campeonato Nacional /Seniores, Série F, anunciou hoje na sua página de Facebook, a contratação do senegalês Papa Ibrahima Sibide, defesa de 24 anos e que na última época representou o Atlético de Reguengos.

    ResponderEliminar
  2. Campo do Mafra
    Árbitro: Luís Dionísio (AF.Leiria)
    Ao intervalo: 0-0
    Acção disciplinar: Amarelo a João Pedro (35 min) e Cosme (61 min)
    Marcadores:Tiago Costa (90′+4′)
    .

    Mafra 1 Godinho, Joao Pedro, Samiro (Eduardo, 77 min), Baixinho, Tiago Costa, Tuga (Dionísio, 74 min), Tiago Rente, Leo, Alisson, Yang (Tavares, 61 min) Hugo Monteiro
    Não jogaram: Eloi, Eduardo, Anicet
    Treinador: Eloi Zeferino



    Caldas 0 Luís Paulo; Militao, Rui Almeida, Sidibé e Flávio; Cosme, Mustafa e Sabino; Telmo (Guerra, 79 min), Bacari e André Simões (Marcel, 59′) (João Rodrigues, 88 min)
    Suplentes: Maurício, Guerra, André Jesus
    Treinador: Ricardo Moura



    O Mafra entrou melhor no encontro e começou a acercar-se com algum perigo junto à baliza de Luís Paulo. Apenas a espaços o Caldas conseguia incomodar o guarda-redes Godinho, nomeadamente em lances de bola parada.
    O Mafra na parte final do primeiro esteve perto de ganhar vantagem, mas Luís Paulo evitou o golo dos locais.
    No recomeço, a formação de Eloi Zeferino voltou a estar perto do golo por Alisson. Reagiu o Caldas e Telmo e Rui Almeida tiveram muito perto de inaugurar o marcador.
    Alison, novamente na transformação de um livre obrigou Luís Paulo à defesa da tarde. O guarda-redes do Caldas voltou a estar em plano de evidência ao defender por instinto um remate de Dionísio.
    No quarto minuto de compensação, o Mafra chegou ao golo por Tiago Costa que solto de marcação, ofereceu os três pontos ao Mafra.
    Boa arbitragem de Luís Dionísio

    ResponderEliminar
  3. Frente a uma equipa do Marinhense com muitas alterações em relação às últimas temporadas, a equipa do Caldas venceu facilmente o Marinhense, num jogo em que foi sempre melhor, e avança assim para a 3ªEliminatória da Taça de Portugal.


    2ªEliminatória da Taça de Portugal
    Campo da Lagoa, em Casal dos Claros (Amor)
    Árbitro: Sandro Soares (CA de Leiria)
    Assistentes: Eduardo Gaspar e João Branco
    Espectadores: 100
    AC Marinhense – Caldas SC


    AC Marinhense 0: Pedro Duarte (Cap.), Filipe Moita, David, Figueiredo, Joni (Ricardo, aos 59 min.), Cardeira, Leandro Falé (Vitinho, aos 72 min.), Nando, Ari, Héber (João Gomes, aos 66 min.), Xico
    Não Jogaram: Rúben Fernandes, Pedro, Sandro Estrada, David Nascimento
    Treinador: Joaquim Silva
    .
    Caldas SC 6: Luís Paulo, Militão, Rui Almeida (Cap.), Sidibé, Flávio, André Cosme (André Simões, aos 55 min.), Mustafá, Telmo, João Rodrigues (Frias, aos 73 min.), Sabino, Luís Farinha (Miguel Andrade, aos 62 min.)
    Não Jogaram: Maurício, Guerra, André Jesus, Marcel
    Treinador: Ricardo Moura
    Adjunto: Renato Fernandes
    .
    Ao Intervalo: 0-3
    Marcadores: 0-1 Luís Farinha (aos 12 min.), 0-2 Luís Farinha (aos 22 min.), 0-3 Sabino (aos 44 min.), 0-4 João Rodrigues (aos 55 min.) 0-5 Frias (aos 89 min.), 0-6 Sabino (aos 90 + 1 min.)
    Acção Disciplinar: Amarelo a David (Aos 55 min.)
    .
    Em jogo a contar para a 2ªEliminatória da Taça de Portugal, e ainda com o conflito quanto a utilização do Estádio Municipal da Marinha Grande por resolver, a equipa do AC Marinhense recebeu em Casal dos Claros (Amor) a equipa do Caldas SC.
    Com um Marinhense a apresentar uma equipa bastante jovem, alguns deles ainda Juniores, cedo se percebeu que a equipa comandada por Joaquim Silva iria ter muitas dificuldades em contrariar o maior poderio da equipa de Ricardo Moura. E assim foi. Logo aos 12 min., João Rodrigues a trabalhar bem dentro da área do Marinhense, e a descobrir Luís Farinha, que em boa posição, não desperdiça, e com um remate forte inaugura o marcador. O Caldas não abrandava e dez minutos depois, e de novo por Luís Farinha, o Caldas vai chegar ao 0-2. Mustafá a cruzar, e Luís Farinha, de cabeça, a boca da baliza a fazer o segundo golo do Caldas. O jogo era de sentido único, e só aos 37 min., na marcação de um livre directo, Héber vai levar algum perigo junto da baliza de Luís Paulo. Mas mais uma vez vai ser o Caldas a chegar ao golo. Jogada simples, Militão a ganhar a linha, e a cruzar, e Sabino oportuno, a encostar para golo. Estava feito o 0-3. A 2ªParte começa na mesma toada e logo nos minutos iniciais o Caldas vai dispor de duas boas oportunidades de golo, mas Sabino primeiro, e depois João Rodrigues, em boa posição, acabam por perder muito tempo e permitirem a recuperação da defesa do Marinhense. Até que aos 55 min., o Caldas vai mesmo ampliar a vantagem para 0-4. Luís Farinha a desmarcar bem João Rodrigues, que em velocidade ganha a toda a defensiva do Marinhense e a saída de Pedro Duarte, contorna-o e faz fácil o 0-4. Com um Caldas sempre na mó de cima, e com o Marinhense sempre em muitas dificuldades em conseguir sair organizado para o ataque, não foi de estranhar que nos minutos finais o Caldas tenha ampliado a sua vantagem. Aos 89 min., Frias num cruzamento/remate na esquerda, engana Pedro Duarte e faz assim o 0-5 para o Caldas. E é já em tempo de compensação, que vai surgir o melhor momento do jogo. Militão a cruzar na direita, com a bola a chegar a Mustafá, que coloca no interior da área, e de primeira, num pontapé acrobático, Sabino a fazer o 0-6 final.
    Resultado que espelha na perfeição o que aconteceu ao longo dos noventa minutos, com o Marinhense a apresentar uma equipa com muitos jovens e ainda a procurar o melhor entrosamento entre si, isto, perante um Caldas que apresenta outros argumentos e está já numa fase mais adiantada da sua preparação.
    Quanto a arbitragem de Sandro Soares e seus pares, o jogo foi fácil e ele também não complicou. Esteve impecável.

    ResponderEliminar
  4. 5ªJornada Campeonato Nacional de Seniores - Série F (2013-2014)
    Campo da Mata, Caldas da Rainha
    Espectadores: 300
    .
    Caldas 0
    Luís Paulo, Sibide, Rui Almeida, Thomas Militão (André Jesus, int.), Flávio Santos, Telmo, André Cosme (André Simões, 70 min.), Mustafá, Bacari, Fábio Sabino, João Rodrigues
    Não jogaram: Rui Dabó, André Frias, Morgado.

    Treinador: Ricardo Moura.
    .
    União de Leiria 2
    Maranhão, Juvenal, Luiz Carlos, André Sousa, Ricardo Cardoso, Emiliano Tê, Tiago Lopes (Leandro, 63 min.), Fábio Coça, Serginho (Luís Oliveira, 90+2 min.), Hélio Vaz (Dário, 80 min.) e Cédric.
    Não jogaram: Vítor, Danny Rafael, Jota, Pepo.
    Treinador: Luís Bilro.
    .
    Ao intervalo: 0-1.
    Golos: Cédric (8 min, g.p.) e (87 min.).
    Acção Disciplinar: Amarelo a Rui Almeida (24 min.), Tiago Lopes, 31 min.), Thomas Militão (33 min.), André Cosme (42 min.), Emiliano Tê (58 min.).
    .
    A União de Leiria segue a sua caminhada vitoriosa no campeonato ao averbar mais uma vitória, desta feita no difícil terreno do Caldas, com o campo da Mata a reviver o ambiente de um dérbi de outros tempos.
    Sempre a uma equipa do Caldas em recuperação após um começo de temporada aos 'solavancos', esperava-se que o jogo fosse equilibrado, o que veio a acontecer, embora os leirienses tivessem sido mais certeiros e astutos para arrecadar os três pontos.
    Começou melhor a União de Leiria que beneficiou desde cedo de uma grande penalidade a castigar falta na área sobre Tiago Lopes. Na cobrança do castigo máximo, Cédric atirou para o fundo da baliza apesar de Luís Paulo ter conseguido adivinhar o lado.
    Em vantagem no marcador, os leirienses recuaram um pouco no terreno, com o Caldas a assumir o jogo, mas poucas vezes conseguiu chegar com real perigo para a baliza de Maranhão. Foi mesmo a U. Leiria a criar uma das melhores oportunidades, em contra-ataque, com Hélio Vaz a desperdiçar o 0-2 num chapéu que acabou por sair por cima da baliza.No segundo tempo, o Caldas entrou a mandar por completo na partida, contra uma U. Leiria que passou por alguns sufocos para manter a sua baliza inviolável. Aos poucos os leirienses foram encontrando no contra-ataque um dos caminhos para a vitória, mas as oportunidades criadas foram todas desperdiçadas. Todas, menos a de Cédric já perto do apito final. Juvenal e Leandro combinaram bem na frente de ataque e o médio cruzou para o segundo poste onde apareceu o avançado leiriense a encostar para o 0-2 final, bisando na partida.
    Vitória justa dos leirienses, apesar da boa réplica do Caldas que continua a estar muito aquém daquilo que seria expectável. A União de Leiria beneficiou da grande penalidade para serenar os ânimos e ganhar confiança, conseguindo os três pontos e a manutenção do segundo lugar no campeonato

    ResponderEliminar
  5. 3ªEliminatória da Taça de Portugal 2013-2014

    Estádio Cidade de Barcelos
    Árbitro: Vasco Santos (Porto).
    Espectadores:1200.

    .

    Gil Vicente 5
    Caleb, Éder, Pek’s, Danielson, Vítor Vinha, Leandro Pimenta, Vítor Gonçalves (Nelson Agra, 78 min.), João Vilela, Brito (Avto, 60 min.), Diogo Viana e Paulinho (Simi, 65 min.). Não jogaram: Adriano Facchini, Halisson, Luís Martins, Luan Scapolan.
    Treinador: João de Deus.
    .
    Caldas 0
    Luís Paulo, Militão, Almeida, Sidibe, Frias, Cosme, Mustafá, Simões (André Jesus, 62 min.), Telmo (Samir, 51 min.), Bacari (João Rodrigues, 78 min.) e Fábio Sabino.

    Não jogaram: Dabó, Guerra, Farinha e Morgado.
    Treinador: Ricardo Moura.

    .

    Ao intervalo:1-0.
    Golos: Diogo Viana (45 min), Danielson (72 min), Avto (77 min), João Vilela (82 e 85 min., g.p).
    Acção Disciplinar: Amarelo a Éder (10 min.), Vítor Lopes (31 min.), André Cosme (82 min.) e André Frias (85 min.).
    .
    O Caldas foi eliminado da Taça de Portugal ao perder diante do Gilvicente por 5-0. O resultado é demasiado pesado e não reflecte as dificuldades dos gilistas, sobretudo no primeiro tempo.
    Diogo Viana, Danielson, Avto e João Vilela (2) foram os autores dos golos que ditaram o apuramento da formação de Barcelos, da I Liga, na 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, num jogo em que os barcelenses venceram bem mas tiveram pela frente um adversário aguerrido e lutador, que se apresentou muito bem organizado e com uma excelente consistência defensiva.
    A primeira oportunidade de golo do encontro até pertenceu aos homens das Caldas da Rainha, que aos 10 minutos, desperdiçaram uma grande penalidade a castigar um corte com a mão na área de Éder. Telmo assumiu a responsabilidade de cobrar o castigo máximo, mas rematou por cima da baliza dos anfitriões.
    O Gil Vicente, algo adormecido e sem ideias para contrariar a estratégia adversária, só fez o seu primeiro remate intencional à baliza de Luís Paulo aos 36 minutos, quando Leandro Pimenta tentou a sorte de longe.
    Em cima do minuto 45, na cobrança de um livre directo, Diogo Viana inaugurou o marcador e os locais saíram em vantagem para o intervalo. A segunda parte começou com uma perdida incrível de Diogo Viana, mas o extremo redimiu-se aos 72 minutos, quando serviu, com um cruzamento da direita, o defesa central Danielson, que fez o segundo golo.
    Depois do golo de Ayto, aos 77, seguiu-se a quebra física dos jogadores caldenses e a equipa comandada por João de Deus chegou à goleada, com o árbitro a assinalar duas grandes penalidades no espaço de três minutos, ambas concretizadas por João Vilela.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...