quarta-feira, outubro 24, 2012

Apresentação dos Seniores do CC de Ansião - Temporada 2012/2013

Clube de Caçadores de Ansião
-
Fundado em 1951
--
Campo da Mata
-----
PLANTEL 2012-2013
Guarda-Redes :
Defesas :
Médios :
Avançados :
Treinador :
Adjunto :
Dirigentes :
Presidente :
-----
Histórico
2006-2007: 9ºClassificado na Divisão de Honra com 39 Pontos
2007-2008: 10ºClassificado na Divisão de Honra com 36 Pontos , descida á 1ªDivisão Distrital
2010-2011 : 14ºClassificado na Divisão de Honra da AF Leiria com 25 Pontos. Descida a 1ªDivisão Distrital. Face á desistência da UD Serra da 3ªNacional, o Beneditense ascendeu a 3ªNacional, e o CC Ansião foi repescado para em 2011-2012 particpar novamente na Divisão de Honra da AF Leiria.
2012-2013 :
Plantéis
---
Sabes mais sobre esta equipa ou tens fotos da mesma? Então envia-nos para fdleiria@hotmail.com  para termos este espaço cada vez mais completo.

6 comentários:

  1. 1ªJornada da 1ªDistrital/Norte
    Estádio Municipal de Ansião
    Árbitro: Nuno Rodrigues (AF.Leiria)


    CC Ansião 6
    Diogo Rato, Vitor, Tomé, Comboio, Tiago, Diogo Padeiro (Miguel, 81′), João Pedro, Marco, Cotas (Antony, 73′), Mário João e Tenente (Daniel, 70′)
    Treinador: Paulo Neves
    .
    Caseirinhos 0
    Pedro, Zé António, Márcio, João, Pedro Mendes, Gil (Roger, 68′), Lino (Micael, 63′), Tiago Claro, Felizardo, Yann, Valeiro (Subtil, 83′)
    Treinador: Arlindo Rodrigues
    .
    Ao intervalo: 2-0
    Marcadores: Zé António (27′ p.b), Marco (44′), Mário João (53′ e 69′), Comboio (58′) e Daniel (76′)
    .
    Num jogo com apenas um sentido, o Ansião derrotou o Caseirinhos por 6-0, numa partida em que dominou inteiramente e poderia inclusive ter construído um resultado ainda mais desnivelado.
    O Caseirinhos foi uma equipa sem fio de jogo e que arriscou muito pouco no ataque. Valeu ao conjunto de Pombal a boa exibição do guarda-redes Pedro, caso contrário a derrota poderia ser ainda mais expressiva.
    O Ansião assumiu as despesas do jogo, tal como lhe competia e, aos 27 minutos, surgiu o primeiro golo do encontro com Zé António a marcar na própria baliza. Curiosamente o experiente jogador representou durante vários anos o Ansião, onde viveu os momentos mais brilhantes da sua carreira.
    O Ansião cresceu ainda mais com o golo e voltaria a marcar ao minuto 44 por intermédio de Marco.
    No segundo tempo, o Ansião continuou a ser o senhor do jogo, perante um Caseirinhos que não conseguiu incomodar verdadeiramente Diogo Rato.
    Aos 53 minutos, o experiente Mário João marcou o 3-0 para os locais. Cinco minutos depois, novo golo dos locais, desta vez apontado por Comboio, que na época passada representou o Penelense.
    Com o controlo total do jogo a turma ansianense chegou ao 5-0 com um golo da autoria do goleador Mário João. O 6-0 final surgiu aos 76 minutos apontado por Daniel.O Ansião ainda poderia ter marcado mais, mas o resultado não sofreu alteração.
    Ótima arbitragem de Nuno Rodrigues e seus pares.

    ResponderEliminar
  2. 3ªJornada da 1ªDistrital/Norte 2012-2013
    Estádio Municipal de Ansião
    Árbitro: José Pereira, assistido por Ricardo Carreira e Joni Correia


    CC Ansião
    Diogo Rato, Vitor, Tomé (André, 86), Comboio, Tiago, Diogo Padeiro (Antony, 75′), João Pedro, Marco, Cotas, Mário João e Tenente (Daniel, 69′)
    Suplentes não utilizados: André Santos, Costa, Farinha e Miguel
    Treinador: Paulo Neves
    .
    AD Ranha
    Arlindo, Pimenta (André 61′), Paiva, João Paulo, Eurico; Filipe, Zé Carlos, Branquinho, Alex, Peruzi (Luís, 75′) e André Ferreira
    Suplentes não utilizados: Ivo, Remy, Vitor e Naf
    Treinador: Peruzi
    .
    Marcadores: Cotas (10′), Marco (47′), Tenente (58′), Diogo Padeiro (67′) e Daniel (90′).
    Acção disciplinar: Mário João (22′), Arlindo (28′),Tomé (43′), Pimenta (46′), Eurico (49′), Zé Carlos (77′)Vermelho por acumulação a Zé Carlos (83′).
    .
    Em jogo a contar para a terceira jornada da 1.ª Distrital-Zona Norte, o Ansião goleou a Ranha por 5-0. O resultado expressivo confirmou-se no segundo tempo, após 45 minutos iniciais mais repartidos.
    Nos primeiros nove minutos a Ranha dispôs da melhor oportunidade do encontro, mas Diogo Rato defendeu bem. Aos dez minutos surgiu o golo do Ansião por intermédio de Cotas.
    O Ansião cresceu no encontro e a Ranha apenas a espaços incomodava o guarda-redes Diogo Rato. Até ao intervalo o resultado não se alterou, saindo os ansianenses a vencer por 1-0 ao intervalo.
    O segundo tempo começou praticamente com o segundo golo dos locais da autoria de Marco.
    A Ranha acusou um pouco o golo sofrido, enquanto o Ansião galvanizou-se e partiu em busca de um resultado mais expressivo. Aos 58 minutos, novo golo para os locais com Tenente a apontar o 3-0.
    A equipa orientada por Peruzi, treinador-jogador, já não mantinha a coesão defensiva do primeiro tempo e nem conseguia incomodar o guarda-redes Diogo Rato.
    Aos 67 minutos, novo golo para o Ansião, desta vez por Diogo Padeiro. O 4-0 final, surgiu em tempo de descontos por Daniel.
    O Ansião soma ao fim de três jornadas duas vitórias e um empate, enquanto a Ranha soma um empate, uma vitória e uma derrota.
    Arbitragem positiva de José Pereira e seus pares. No lance protagonizado pelo guarda-redes Arlindo, na primeira parte do encontro, José Pereira exibiu o amarelo, mas podia muito bem ter mostrado o vermelho.


    Fernando Paulo

    ResponderEliminar
  3. 5ªJornada da 1ªDistrital/Norte 2012-2013
    Estádio Municipal de Ansião
    Árbitro: Élio Simões, assistido por Henrique Ramos e Diogo Amaro


    CC Ansião 1
    André Santos; Vítor, Tomé (Ruizito, 70’), Comboio, Tiago (Mota, 59’), Marco, João Pedro, Antony, Cotas, Diogo Padeiro e Daniel (Tenente, 86’)
    Treinador: Paulo Neves
    .
    Gau/Bajouca 1
    Hélio (Pedrosa, 45’), Nicolas, Carreira, Fábio, Ricardo (Félix, 67’), Bruno, Ivo, Jani, João Magalhães, Matas e Mauro (Gonçalo, 80’)
    Treinador: Manuel Domingues
    .
    Ao intervalo: 0-0
    Marcadores: Daniel (66’) e Gonçalo (90’+2’)
    Acção disciplinar: Amarelo a Tomé (53’), Carreira (73’), Marco (80’) e Ruizito (89’)
    .
    Num jogo interessante de seguir, o Ansião perdeu mais dois pontos no campeonato, ao empatar a uma bola diante do Alegre e Unido. O Ansião merecia um resultado melhor pelo que fez ao longo dos noventa minutios, mas o A.Unido foi premiado pelo facto de ter lutado até ao último minuto.
    O Ansião está neste momento a seis pontos da liderança e já não vence há algumas jornadas. O A.Unido vinha de uma vitória e soma um ponto, que por certo vai moralizar o conjunto da Bajouca para os próximos jogos.
    Os primeiros 45 minutos reservaram a todos os quantos que assistiram ao encontro, uma partida muito equilibrada. A formação ansianense dispôs de três soberanas oportunidades para marcar, mas não conseguiu desfeitear o guarda-redes Hélio. Na resposta, o conjunto visitante teve perto de marcar, mas sem sucesso.
    Ao intervalo o resultado castigada a falta de eficácia de ambas as equipas.
    Ao intervalo o A.Unido teve a necessidade de efetuar uma substituição na baliza, devido à lesão do guarda-redes Hélio. Entrou para o seu lugar, o experiente guarda-redes Pedrosa.
    No segundo tempo acentuou-se o domínio do conjunto ansianense, com o Alegre e Unido mais na expetativa. Ao minuto 66, o Ansião chegou ao golo com Daniel a bater o guarda-redes Pedrosa.
    Pensou-se que o Ansião partiria para um resultado mais expressivo, mas tal não aconteceu, muito por mérito da equipa visitante.
    Em período de descontos surgiu o golo do empate para os visitantes. A defesa do Ansião não foi muito lesta a aliviar a bola da sua defesa e Gonçalo rematou sem hipótese para o guarda-redes André Santos, que substituiu o habitual titular Diogo Rato.
    O árbitro Élio Simões realizou uma boa arbitragem, contudo foi mal auxiliado do lado da bancada por Diogo Amaro.


    Fernando Paulo

    ResponderEliminar
  4. 7ªJornada da 1ªDistrital/Norte 2012-2013
    Campo das Lagoas
    Árbitro: José Pereira, assistido por Paulo Encarnação e Joni Correia


    GD Ilha
    Bruno Lisboa, Mica, Pedro, Nuno e Cristophe; Marco Fernandes, David Fernandes (João Couto, 60′), David Gomes, Marquito, Mauro (Diogo, 87′) e Gil
    Treinador: Magalhães
    .
    CC Ansião
    André Santos, Cotas, Tomé, Comboio e Farinha (Daniel, 62′); Tiago Almeida (Ruizito, 45′), João Pedro , Antony (Diogo Padeiro, 68′), Mário João, Tenente e Mota
    Treinador: Paulo Neves.
    .
    Ao intervalo:1-0
    Marcadores: Marquito (15′), Diogo Padeiro (77′) e Mário João (83′)
    .
    Num jogo bastante disputado do princípio ao fim, o Ansião derrotou a Ilha por 2-1. A formação ansianense sentiu bastante dificuldades para vencer a formação da Ilha, que se bateu muito bem ao longo de todo o encontro e deixou uma boa imagem.
    A primeira situação de perigo pertenceu a Mota, que em boa posição rematou ao lado. Reagiu a Ilha e num rápido contra-ataque, Mauro obrigou André Santos a defesa atenta.
    O Ansiao aos dez minutos voltou a criar perigo, novamente por Mota, mas sem sucesso dado que o jogador ansianense finalizou mal.
    Aos 15 minutos, rápido contra-ataque da Ilha e Marquito inaugura o marcador, após um bom cruzamento do lado direito.
    O Ansião reagiu e esteve perto do golo, mas Bruno Lisboa defendeu bem.
    Até ao final do primeiro tempo foi o Ansião a deter o domínio do jogo, mas sem conseguir criar grandes situações, devido à boa organização defensiva do conjunto de Magalhães.O intervalo chegou e a Ilha terminou a primeira parte com uma vantagem de um golo.
    No regresso dos balneários, o técnico Paulo Neves fez entrar Ruizito para dar mais profundidade ao ataque do Ansião. A Ilha continua com boa organização defensiva, mas já não conseguia sair com tanta frequência para o contra-ataque. Na segunda parte André Santos foi um mero espetador.
    O Ansião detinha o controlo do jogo, mas não conseguia furar a muralha defensiva. A equipa de Paulo Neves desperdiçou duas oportunidades por Mário João, numa delas muito mérito para Bruno Lisboa que rubricou uma bela intervenção.
    Aos setenta e sete minutos, o Ansião beneficiou de uma grande penalidade que foi convertida pelo médio Diogo Padeiro. O Ansião cresceu, perante uma Ilha que não saia do seu último reduto.
    A sete minutos do final, remate de meia distância com o guarda-redes Bruno Lisboa a defender com os pés para a frente e a bola embate no corpo de Mário João e entra na baliza da Ilha. Um golo algo caricato, que permitiu ao Ansião passar para a frente do marcador.
    Até final o Ansiao controlou o jogo, perante um adversário que terminou reduzida a dez unidades por expulsão de Marco Fernandes.
    José Pereira rubricou um trabalho regular. Bem na expulsão de Marco Fernandes, embora tenha tido um critério disciplinar que por vezes não foi o mais correto. Na grande penalidade assinalada, benefício da dúvida.


    O Derbie

    ResponderEliminar
  5. 8ªJornada da 1ªDistrital/Norte 2012-2013
    Estádio Municipal de Ansião
    Árbitro: Hugo Pires (AF. Leiria)


    CC Ansião 2
    Diogo Rato, Vítor (Daniel, 64′), Mota, Tiago Almeida (Ruizito, 52′), Tenente (Marco, 81′), João Pedro, Mário João, Diogo Padeiro, Tomé, Comboio e Cotas
    Treinador: Paulo Neves.
    .
    Moita do Boi 2
    Prancha, Gildo (Formiga, 60′), André, Fábio, Dani, Zé Pedro (Brunito, 56′), Sandro, Zezito (Kaiser, 80′), Pato, Micael e Jó
    Treinador: José Marques
    .
    Ao intervalo: 1-1
    Marcadores: Vítor (10’), Zé Pedro (23’), Mota (50’) e Sandro (90’+5’)
    Acão disciplinar: Amarelo a André (18’), Tomé (54’), Tenente (63’) e Dani (90’+2’). Vermelho por acumulação para André (76’).
    .
    Num jogo que contou com uma bela assistência, Ansião e Moita do Boi repartiram pontos, num resultado que agrada mais ao conjunto do Louriçal, que desta forma continua na liderança.
    O Ansião só se pode queixar de si próprio, dado que esteve em vantagem e permitiu o empate nos últimos instantes do encontro.
    O primeiro golo surgiu aos dez minutos por Vítor. A Moita do Boi reagiu e aos vinte e três minutos chegou ao empate por Zé Pedro.
    Até ao final do primeiro tempo alguma oportunidades para ambas as equipas, sem que nenhuma conseguisse passar para a frente do marcador.
    Ao intervalo o resultado ajustava-se numa bela primeira parte entre os dois primeiros classificados.
    No segundo tempo a qualidade baixou, mas o Ansião foi mais dominador e aos cinco minutos do segundo tempo passou para a vantagem com um golo da autoria de Mota. O Ansião galvanizou-se e dominava a partida, sempre com a Moita do Boi a tentar responder em contra-ataque.
    A formação de José Marques ficou reduzida a dez unidades por expulsão por acumulação de André. O Ansião continuava com o domínio da partida, mas não conseguia criar grandes situações de perigo.
    No último lance do encontro a Moita do Boi chegou ao empate num autêntico balde de água fria para o Ansião. O Ansião acabou por ser penalizado nos últimos instantes do encontro, quando estava em vantagem e com um jogador a mais no terreno de jogo.
    A Moita do Boi teve o mérito de acreditar até ao final num resultado positivo. O árbitro do encontro, Hugo Pires realizou uma boa arbitragem e esteve à altura do encontro.


    Fernando Paulo

    ResponderEliminar
  6. 2ªEliminatória da Taça Distrital de Leiria (Seniores - 2012/2013)
    Campo das Cabecinhas, na Guia
    Árbitro: Luciano Gonçalves (AF. Leiria)


    GD Guiense 2 - Emanuel, Joni Alberto, João André, Paulo e Fábio; Pedro Dias, João Leal, Brunito (Bruno Martins, 75′), Pedrito, Joel (Félix, 75′) e Canas (Yulian, 68′)
    Treinador: José Godinho.
    .
    CC Ansião 3 - Diogo, Marco, Tomé, Comboio, Costa (Antony, 86′), Cotas, João Pedro, Padeiro (Ruizito, 45′), Mota, Mário João e Daniel (Tenente, 60′)
    Treinador: Paulo Neves
    .
    Golos: João André (30′), Joel (37′), Mário João (55′), Tenente (78′e 113′)
    .
    O Ansião segue na Taça Distrital, fruto da vitória sobre o Guiense por 3-2, após prolongamento. A formação de José Godinho esteve a vencer por 2-0, mas consentiu a recuperação do conjunto ansianense, que já venceu esta competição há algumas épocas atrás.
    O Guiense esteve melhor no primeiro tempo, face a um Ansião mais na expetativa. O Guiense inaugurou o marcador por João André aos 30 minutos, para sete minutos depois, o goleador Joel aumentar para 2-0.
    Parecia tudo encaminhado para o Guiense continuar na Taça, onde tinha o objetivo de marcar presença na final pelo terceiro ano consecutivo.
    O Ansião teve algumas oportunidades para marcar, mas os seus avançados no primeiro tempo não estiveram em plano de destaque. O Guiense ao intervalo justificava a vantagem que possuía.
    O conjunto ansianense entrou melhor no segundo tempo e começou a acercar-se com perigo da baliza de Emanuel com maior frequência. Aos dez minutos, o goleador de serviço Mário João reduziu para 2-1.O golo galvanizou os visitantes, perante um Guiense que já não apresentava a mesma dinâmica evidenciada no primeiro tempo.A doze minutos do final, grande penalidade assinalada a favor do Ansião que Tenente, recém-entrado, finalizou a preceito.Até final ambas as equipas procuraram o golo da vitória, mas o resultado não se alterou. No prolongamento, ambas as equipas acusaram algum cansaço como seria de esperar, contudo seria o Ansião a voltar a marcar intermédio de Tenente, aproveitando da melhor forma um erro defensivo do conjunto adversário.
    No final, festa do Ansião que elimina da Taça o finalista da última edição, o Guiense. Arbitragem regular de Luciano Gonçalves.


    O Derbie

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...