sábado, outubro 05, 2013

Apresentação dos Seniores do GC Alcobaça - Temporada 2013/2014


GINÁSIO CLUBE DE ALCOBAÇA
-----
Fundado em 1/6/1946
-----
Estádio Municipal de Alcobaça
-----
PLANTEL 2013-2014
Guarda-Redes : Fábio Santos e Filipe Silva
Defesas : Bruno Oliveira, João Luís (ex-SCL Marrazes), Rúben, Telmo Pereira, Sérgio Neves
Médios : Janeca, Bruno Daniel, Miguel Pinheiro, Fábio Rosado, Rodolfo Cabral (ex-UD Leiria), Hugo Pereira
Avançados : Wilson Cabral, Félix Carvalho (ex-Caldas SC), Rúben Santos
Treinador : Filipe Faria.
Adjunto :
Dirigentes :
Presidente : Manuel Delgado.
-----
Histórico
1981-1982: 1ºClassificado no Campeonato Nacional da 2ªDivisão-Centro , Subida á 1ªDivisão Nacional
1982-1983: 16ºClassificado na 1ªDivisão Nacional , com 15 Pontos - Descida á 2ªDivisão Nacional
1983-1984 : 3ºClassificado na 2ªDivisão Nacional/Série Centro.
2006-2007: 8ºClassificado na 3ªDivisão Nacional/Série D com 41 Pontos
2007-2008: 3ªDivisão Nacional-Série D - Descida aos Distritais da AF Leiria
2008-2009: 2ºClassificado na Divisão de Honra da AF Leiria com 64 Pontos.
2009-2010 : 3ºClassificado na Divisão de Honra da AF Leiria com 59 Pontos.
2010-2011 : 1ºClassificado Divisão de Honra da AF Leiria com 71 Pontos, subida á 3ªDvisão Nacional.
2011-2012 : 3ªDivisão Nacional / Série D - Manutenção
2012-2013 : 3ªDivisão Nacional / Série D - Descida aos distritais.
2013-2014 :
Plantéis
Plantel 1983-1984
Plantel 2008-2009
Plantel 2009-2010
Plantel 2010-2011
Plantel 2012-2013
Palmarés
- 7 Campeonatos Distritais da 1ªDivisão de Leiria (em 1946/47, 1950/51, 1953/54, 1955/56, 1957/58, 1958/59 e 1971/72
- 4 Campeonatos da Divisão de Honra da AF Leiria (1992/93, 1995/96 ; 2000/01 ; 2010/2011)
- 1 Taça Distrital (1971-1972)
História
O clube foi fundado em 1 de Junho de 1946 e o seu actual presidente é Armando Bragança. Este clube já militou na 1ª divisão, nos inícios da década de 1980. Na época de 2005-2006, participa no campeonato nacional da 3ª divisão, série D. É actualmente apoiado pela claque Raio Azul, reeditada em 2006 e que tem vindo a crescer ao longo dos últimos tempos.
O ponto alto da história este clube foi a subida à primeira divisão do campeonato português, na temporada de 1982/83, após ter vencido a Zona Centro do Campeonato Nacional da 2ª Divisão na época de 1981/82, sob o comando técnico do treinador Dinis Vital. Esta participação na 1ª Divisão Nacional na temporada de 1982/83 não foi, contudo, muito bem sucedida, uma vez que o Ginásio de Alcobaça acabou por ser novamente relegado no final da época ao escalão secundário, e a partir daí foi descendo sucessivamente até aos distritais. Na época em questão, o GC Alcobaça terminaria a prova classificado na última posição, totalizando somente 15 pontos em 30 jogos disputados, correspondentes a 4 vitórias, 7 empates e 19 derrotas. Ao longo da prova sofreram 56 golos e apontaram apenas 20.Nessa temporada, o plantel da equipa era constituído pelos guarda-redes Jorge e Domingos; e como jogadores de campo: João Cabral, Nelito, Cavungi, Russo, Luís Cláudio, Américo, Corinto, Modas, Germano, Raul Neto, Alfredo, Lelo, Romão, Jorge Oliveira, José Rui, Teixeira, Boavida, Varela e Duarte.Nessa altura, era presidente da Direcção do GC Alcobaça o conhecido Guerra Madaleno, que por várias vezes foi candidato à presidência da Direcção do SL Benfica, nunca conseguindo ser eleito.
---
Sabes mais sobre esta equipa ou tens fotos da mesma? Então envia-nos para fdleiria@hotmail.com  para termos este espaço cada vez mais completo.

8 comentários:

  1. 3ªJornada Da Divisão de Honra 2013/2014
    Campo da Portela, em Marinha Grande
    Árbitro: Luciano Gonçalves. Assistentes: Ricardo Morgado e Gonçalo Carreira
    Espectadores: 200
    .
    AC Marinhense 2
    Pedro Duarte, Ricardo Santos (Joni, 78 min.), Figueiredo, Moita, João Gomes (Serginho, 57 min.), Falé, Nando, Timmie, Ari, Amaro (Daniel Oliveira, 85 min.), Héber
    Não Jogaram: Sandro Estrada, Vitinho, Nuno Salcedas, David
    Treinador : Joaquim Silva.
    .
    GC Alcobaça 2
    Fábio, Bruno Oliveira, João Luís, Rúben, Tiago Cerejo (Rúben Santos, 68 min.), Rodolfo Cabral (Fábio Rosado, 80 min.), Bruno Daniel (Wilson Cabral, 86 min.), Serginho, Miguel Pinheiro, Hugo, Félix Carvalho.
    Não Jogaram: Filipe, João Candeias, Dinis, Miguel Vinagre.
    Treinador: Filipe Faria.
    .Ao Intervalo: 0-1.
    Marcadores: 0-1 Félix Carvalho (34 min.), 0-2 Serginho (62 min.), 1-2 Amaro (66 min.), 2-2 Figueiredo (84 min.).
    Acção Disciplinar: Amarelo Bruno Oliveira (35 min.), Timmie (57 min.), Miguel Pinheiro (62 min.), Falé (75 min.), Serginho (77 min.), João Luís (83 min.).
    .
    Reencontro de dois históricos do nosso futebol distrital, com a equipa do Marinhense a receber no Campo da Portela a equipa do Ginásio de Alcobaça.
    O jogo começou equilibrado, com o Marinhense, a jogar em casa, e a procurar assumir o controlo do jogo. Apesar disso, paulatinamente foi o Ginásio de Alcobaça que foi crescendo e aos 15 min., depois de um canto ensaiado na direita, Hugo a criar muito perigo para a baliza de Pedro Duarte, que respondeu com uma defesa segura. O Ginásio estava mais forte e assim não foi de estranhar que aos 34 min., chegasse ao golo pelo inevitável Félix. Tiago Cerejo a recuperar a bola, a colocar em Serginho, que cruza para a área, onde aparece Félix e finaliza com êxito. Em desvantagem no marcador, a equipa do Marinhense procurava responder, mas fazia-o sempre com pouca objectividade nas transições para o ataque.
    A segunda parte começa com uma equipa do Marinhense mais desinibida e logo aos 47 min., Ari a ter um bom remate de cabeça para defesa segura de Fábio. Na resposta a este lance, Félix a ser desmarcado na zona central e a rematar de primeira, com a bola a embater com estrondo na barra da baliza de Pedro Duarte e milagrosamente a não entrar. O jogo estava agora mais dividido e com os lances de perigo a aparecerem quer numa quer noutra baliza. Até que aos 62 min., num lance em que a defesa do Marinhense fica a ver jogar, livre na direita, a bola a ser cruzada para a área e oportuno, Serginho a antecipar-se a toda a gente, e de cabeça a fazer o 0-2. Foram apenas precisos mais quatro minutos, aos 66, para assistirmos a um novo golo, desta vez para o Marinhense. E que golo. Amaro a trabalhar bem á entrada da área, e com um potente remate, indefensável para Fábio, a marcar um grande golo. Estava relançado o jogo. O golo galvanizou a equipa do Marinhense, que passou a acreditar ser possível chegar ao empate. Até que aos 84 min., e numa falta a castigar derrube de João Luís a Héber, o próprio Héber a cruzar e numa entrada fulgurante de cabeça, Figueiredo a fazer o 2-2 final.
    Resultado justo e que é um prémio para a equipa do Marinhense, que mesmo em desvantagem por 0-2, nunca baixou os braços e acreditou sempre que era possível obter um resultado positivo. Já quanto ao Ginásio de Alcobaça, perde de uma forma algo infantil dois preciosos pontos, mas o empate acaba por ser um justo castigo para alguma desconcentração na meia hora final de jogo, em que eventualmente já pensariam que o jogo estava ganho.
    Quanto a arbitragem de Luciano Gomes e seus pares, algumas dúvidas em dois lances dentro das áreas por eventuais mãos na bola, um para cada equipa, mas em ambos estava bem colocado, pelo que tem o benefício da dúvida. Quanto ao resto, boa arbitragem, com alguns erros menores.

    ResponderEliminar
  2. 4ªJornada da Divisão de Honra / Seniores (2013-2014)
    .
    Estádio Municipal de Alcobaça
    Árbitro: Sandro Soares
    .
    Ginásio de Alcobaça: Fábio Santos, Bruno Oliveira, Ruben Pereira, João Luis, Sergio Neves, Rodolfo, Bruno Daniel (Fábio Rosado), Miguel Pinheiro, Hugo (Wilson), RS (Rafa) e Félix.
    Treinador: Filipe Faria
    .
    Beneditense: Diogo Soares, Tiago Garcia, Tiago Gonçalves, Ruben Cardoso, André Perdiz (Diogo Fialho), Miguel Peralta, Batuto, Gonzaga (Lucas Grilo), Miguel Serrazina (André Faustino), Tonicha e Lucas Guedes.
    Treinador: Dário Catarino
    .
    Ao intervalo: 0-0
    Marcadores: 1- 0 Rafa; 2-0 Félix
    .
    O Beneditense deslocou-se este domingo a Alcobaça, ao estádio Municipal, para defrontar o Ginásio em partida a contar para a 4ª jornada da Divisão de Honra de Leiria. Os “canarinhos” partiram para este jogo com o objectivo de conquistar a primeira vitoria no campeonato. Os ginasistas procuravam manter a invencibilidade.
    No início do jogo o Beneditense mostrou que apesar de ter uma equipa jovem conseguia bater-se frente a um adversário mais experiente, mas ao longo do primeiro tempo a equipa da casa conseguiu ser mais forte na zona do meio campo e teve mais ocasiões de golo. A primeira parte terminou com uma igualdade a zero bolas.
    No segundo tempo os homens de Dário Catarino tentaram mais uma vez entrar forte e conseguiram criar logo uma boa oportunidade a obrigar o guardião Fábio Santos a uma boa defesa. O treinador do Ginásio, Filipe Faria, refrescou o ataque com a entrada da Rafa em campo, alteração que se mostrou acertada pois o Rafa marcou o primeiro golo poucos minutos depois de entrar na partida. O golo motivou os “azuis” de Alcobaça e a partir daí tudo saiu bem. O momento do jogo foi o segundo golo dos da casa com Félix a marcar um golo de pontapé de bicicleta, a bola ainda desvia num jogador antes de entrar na baliza , sem hipóteses para Diogo Soares.
    O Beneditense apesar de sentir o “peso” dos golos sofridos nunca baixou os braços e mostrou sempre muita “garra”, mas não foi suficiente para conquistar algum ponto no derby.
    .
    Élvis Raimundo (www.beneditafm.pt)

    ResponderEliminar
  3. ‘Bicicleta’ de Félix ‘arrumou’ o Beneditense no dérbiquarta-feira, outubro 23, 2013

    ‘Bicicleta’ de Félix ‘arrumou’ o Beneditense no dérbi

    O Ginásio de Alcobaça levou de vencida o Beneditense por 2-0 num dérbi onde o equilíbrio foi a nota dominante na primeira parte, pelo que o nulo ao intervalo se ajustava perfeitamente. Na parte complementar, os 'azuis', a jogarem em casa, intensificaram a pressão sobre a baliza de Diogo que sofreu o golo à passagem dos 65 minutos quando Rafael Tereso, que tinha saltado do banco poucos minutos antes, finalizou de cabeça de forma perfeita.
    Um golo sentido pela equipa de Dário Catarino que viria a sofrer o segundo tento num momento espectacular quando Félix Carvalho, de costas para a baliza, finalizou com um soberbo pontapé de bicicleta, no momento alto do jogo.
    Até ao final, o Beneditense ainda tentou o golo de honra, mas a equipa de Alcobaça segurou a vantagem de forma perfeita. Bom trabalho do trio de arbitragem liderado por Sandro Soares.

    ResponderEliminar
  4. Daniel Jorge Dias Esteves, mais conhecido no meio futebolístico como Danny é o mais recente reforço da equipa do Ginásio Clube de Alcobaça. O atleta, de 19 anos, fez toda a sua formação na equipa da União Desportiva de Leiria, sendo que na última época, embora sendo ainda júnior, fez parte da equipa sénior que se sagrou Campeã Distrital da 1ªDivisão, e onde jogava com regularidade.

    Mas esta época, Danny tem tido pouca oportunidade de jogar, pelo que o empréstimo ao GC Alcobaça acaba por ser uma solução natural e que pode vir a beneficiar as três partes. Contactado pelo nosso blog, o atleta confirmou o ingresso por empréstimo no clube treinado por Filipe Faria, onde aliás já treina há uma semana.

    ResponderEliminar
  5. 6ªJornada da Divisão de Honra 2013-2014

    Estádio GD Peniche, em Peniche

    Espectadores: 165.
    Árbitro: Luís Dionísio (A. F. Leiria).

    .

    GD Peniche 2
    Ruben, Edgar Jesus, Paulo César (Luís Roque, 75 min.), Fernando Rijo, Edilson (cap.) (João Silva, 60 min.), Marco Pidocha, Marinho, Edgar Grincho (Motinha, 60 min.), Fábio Mateus, Tiago Ferreira e Bruno Francisco.
    Não jogaram: Rúben, Paulo Bernardino, Rui Pinto e Ruben Sancheira.

    Treinador: Vasco Oliveira.
    .
    Gin. Alcobaça 2
    Fábio Santos, Bruno Oliveira (João Candeias, 90 min.), Ruben Pereira, João Luís, Sérgio Neves, Rodolfo, Hugo (Telmo, 80 min.), Miguel Pinheiro (cap.), Félix, Bruno Daniel e Ruben Santos (Rafa, 65 min.).
    Não jogaram: Filipe, Tiago Cerejo, Fábio Rosado e Wilson.
    Treinador: Filipe Faria.
    .
    Ao intervalo: 0-1.
    Golos: João Luís (35 min.), Fábio Mateus (78 e 85 min.) e Rodolfo (96 min.).
    Acção Disciplinar: Amarelo a Edgar Grincho (38 min.), Miguel Pinheiro (57 min.), Rodolfo (81e 96 min.), Bruno Francisco (93 min.), Marco Pidocha (95 min.). Vermelho directo a Félix (33 min.), por acumulação de amarelos a Rodolfo (96 min.).
    .
    Tarde de grandes emoções no estádio do Grupo Desportivo de Peniche, onde se defrontaram os dois primeiros classificados que se encontravam em igualdade pontual.
    Início de jogo bastante movimentado, com constantes trocas de bola entre os jogadores de ambas as equipas, tendo a equipa da casa um ligeiro ascendente que foi aumentando à medida que o tempo ia passando, sendo mesmo do Peniche a primeira oportunidade clara de golo, com Fábio Mateus a permitir uma grande defesa ao guardião Alcobacense. Após este lance, o domínio do Peniche foi mais intenso, tendo a equipa conquistado vários pontapés de canto e criado várias ocasiões de golo.
    A equipa do Alcobaça tentava como podia contrariar esta fase de enorme pressão do Peniche, tendo em Miguel Pinheiro o seu elemento mais esclarecido. Aos 35 minutos, após um lance dividido com Fernando Rijo, Félix recebe ordem de expulsão. Vermelho directo bem mostrado pelo árbitro da partida a penalizar uma entrada violenta sobre o defesa central do Peniche. Depois deste lance, talvez se pensasse que o Peniche iria ter a tarefa mais facilitada, mas o inverso acabou por acontecer, pois o Ginásio inaugura o marcador após um canto, com João Luís completamente solto a cabecear para o fundo da baliza do Peniche, que acusa um pouco o golo sofrido e não conseguiu dar continuidade ao bom momento que estava a ter até então.
    Na segunda parte a toada do jogo manteve-se. O Peniche tentava ir atrás do prejuízo, mas nem sempre da melhor forma. A equipa do Alcobaça mantinha-se bastante coesa com duas linhas de cinco jogadores bem definidas à frente do seu guarda-redes e tentava sair em contra ataque sempre que podia. O tempo ia passando e o Peniche não parecia ser capaz de derrubar o esquema montado pelo seu adversário, quando à passagem do minuto 78, Fábio Mateus isola-se e faz o golo do empate.
    A crença na vitória aumentou para a equipa da casa e passados 7 minutos um erro defensivo tremendo do Alcobaça proporcionou a Fábio Mateus fazer o seu segundo golo do jogo, passando o Peniche para a liderança do marcador. O jogo passou a ficar mais aberto, com o Alcobaça a tentar o tudo por tudo para chegar ao empate. Esse esforço foi premiado quando no último minuto da partida, Rodolfo bate exemplarmente um livre directo, fazendo a bola entrar na baliza do Peniche. Rodolfo que acaba por ser expulso após os festejos do golo.
    Resultado final que castiga a falta de eficácia dos jogadores da casa e premeia a atitude e espirito de sacrifício da equipa visitante. Arbitragem positiva de Luís Dionísio, num jogo nem sempre fácil de arbitrar dada a entrega das equipas.

    ResponderEliminar
  6. CCR Alqueidão da Serra 2
    Domingos, Paulo Correia, André, Crouch, Norberto, Emanuel, Mirandinha, Conca (cap.), TD (Zé, 80 min.), Testas (Fitas,73 min.) e, Jackson (Telmo Vazão,88 min.).

    Não jogaram: Donny, Plim, Rodas e Capucho.
    Treinador: Pedro Solá.
    .
    GC Alcobaça 0
    Fábio, Serginho, Tiago Cerejo, Ruben, Farruba (Miguel Pinheiro,70 min.), Bruno Oliveira, Bruno Daniel, Rodolfo, Danny (Rafa, 80 min.), RS e Félix.

    Não jogaram: Filipe, Telmo, Candeia, Hugo Pereira e Wilson Cabral.
    Treinador: Filipe Faria.
    .
    Ao intervalo: 1-0.

    Golos: Coca (13 min. g.p.); Mirandinha (90+2 min.).
    Acção Disciplinar: Amarelo a Rodolfo (12 min.); Norberto (35 min.); Jackson (72 min.); Conca (80 min.).
    .
    O Alqueidão somou a quarta vitória consecutiva, agora às custas da equipa que viajou de Alcobaça. O jogo começou equilibrado, com estudo mútuo e com ambas as equipas a apostarem no 4x3x3, onde a equipa da Serra estreava o avançado TD (ex-Portomosense).
    Aos 12 minutos, na sequência de um pontapé de canto curto, Testas fez uma ‘maldade’ a Rodolfo e este rasteirou-o fazendo assim grande penalidade. O capitão Conca, na marcação do castigo máximo, abriu o activo com toda a calma.
    A partida continuou repartida, com ambos os conjuntos a tratarem bem o ‘couro’, mas as oportunidades de golo não eram muitas.
    A partir da meia-hora, o Alcobaça passou a ter ligeiro ascendente e RS podia ter empatado, mas atirou de cabeça com perigo por cima da baliza. No minuto seguinte, Rodolfo, num livre directo, fez brilhar Domingos, acabando a assim a primeira parte por cima do jogo.
    No reatamento, os visitantes continuaram dispostos a mudar o rumo dos acontecimentos, entrando dominante, onde os da casa iam respondendo com rápidos contra-ataques, com Testas como ponto de referência.
    Os alcobacenses jogavam bem e dominavam, mas não conseguiam criar desequilíbrios que se materializassem em ocasiões de golo. E foi já no período de compensação que o experiente Mirandinha, aproveitando uma bola à entrada da área, fuzilou o desamparado Fábio, fazendo o 2-0 final.
    Bom jogo de futebol, onde os comandados de Pedro Solá souberam aproveitar as poucas oportunidades que tiveram.
    Trabalho positivo do trio de arbitragem.
    -----
    Opinião dos treinadores:
    Pedro Solá: "Fizemos um excelente jogo, contra uma boa equipa. Marcámos em momentos cruciais: a começar e a acabar. Parabéns aos meus jogadores.”
    Filipe Faria: "Foi um jogo com alguma qualidade, onde não conseguimos concretizar as oportunidades que tivemos, a equipa adversária teve mérito de fazer dois golos. Temos que lhes dar os parabéns por isso mesmo."

    ResponderEliminar
  7. Equipa para os 5 primeiros lugares, se tivesse mais 4 ou 5 opçoes poderia lutar com o Pombal pela subida. Assim, não acredito

    ResponderEliminar
  8. Naquele relvado deveriam ser proibidos de jogar.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...