sábado, outubro 05, 2013

Apresentação da equipa sénior do CD Pataiense - Temporada 2013/2014


 Clube Desportivo Pataiense
-----

Campo da Floresta (Relvado Sintético)

-----

Fundado em 1946

-----
PLANTEL 2013-2014
Guarda-Redes : Édy
Defesas : Mário Wilson (ex-UD Leiria), Dinis, Bruno Vidinha
Médios : Cristiano Baixinho, Célio, Santiago (ex-UD Leiria), João Costa, Tiago Domingos
Avançados : Manuel Nascimento, França
Treinador : José Carlos.
Adjunto :
Fisioterapeuta :
Dirigentes : Nuno
Presidente :
-----
Histórico
2006-2007 : 11ºClassificado na Divisão de Honra da A.F.Leiria com 33 Pontos
2007-2008 : 4ºClassificado na Divisão de Honra da A.F.Leiria com  55 Pontos
2008-2009 :
10ºClassificado na Divisão de Honra da A.F.Leiria com 38 Pontos
2009-2010 : 7ºClassificado na Divisão de Honra da A.F.Leiria com 44 Pontos. Vencedor da Taça Distrital, batendo na final o GC Alcobaça por 2-1.
2010-2011 : 4ºClassificado na Divisão de Honra da A.F.Leiria com 50 Pontos.
2011-2012 : 6ºClassificado na Divisão de Honra da AF Leiria com 52 Pontos.
2012-2013 : 9ºClassificado na Divisão de Honra da AF Leiria com 44 Pontos.
2013-2014 :
Plantéis
---
Sabes mais sobre esta equipa ou tens fotos da mesma? Então envia-nos para
fdleiria@hotmail.com  para termos este espaço cada vez mais completo.

6 comentários:

  1. Derby só para corações fortes!
    3ªJornada da Divisão de Honra - Seniores
    Árbitro : Fábio Veríssimo
    Beneditense 2 - CD Pataiense 2
    .

    Beneditense: Diogo Soares, Dimas, André Perdiz, Tiago Gonçalves, Élio (Lucas Guedes) , Miguel Peralta, Gonzaga, Tonicha, André Justino (Rafael Peralta), Miguel Serrazina, Ivonilson .
    TR: Dário Catarino
    .
    CD Pataiense: Edy, Bruno Vidinha, Dinis, Mario Wilson, Diogo, Nelinho, Célio, João Costa (França), Tiago Domingos (Filipe Neves) , Cristiano Baixinho (Matos), Nascimento.
    TR. José Carlos
    .
    Jogou-se este Domingo o derby ” Sul – Norte” do concelho, a contar para a 3ª jornada da Divisão de Honra de Leira.
    Dário Catarino mexeu no onze inical em relação á semana passada com a entrada de Élio para o eixo da defesa, André Justino regressou á lateral esquerda e Ivanilson na frente de ataque.
    O Beneditense entrou forte nos minutos iniciais com a equipa balanceada na frente conquistando vários pontapés de canto, só a partir dos cerca 25 minutos a equipa do Pataiense sacudiu a pressão e começou a ganhar mais bolas a meio campo. Nos últimos 10 minutos do primeiro tempo a linha avançada do Pataias obrigou o guarda redes do Beneditense a fazer três defesas de alto nível. Quando todos esperavam pelo apito do intervalo o lutador avançado dos azuis e brancos, Nascimento, consegui ganhar a bola dentro da área entre os centrais do Beneditense e disparou para o fundo da baliza levando a vantagem para o segundo tempo.
    No início da segunda parte os “canarinhos” acusaram o facto de estarem em desvantagem e foi o Pataiense que entrou melhor. Dário Catarino apercebeu-se que os homens do norte do concelho estavam a controlar e a segurar a vantagem e fez uma alteração determinante que foi a entrada de Lucas Guedes que dois minutos depois de entrar na partida fez o merecido golo do empate. A turma da Benedita ganhou novo fulgor e “empurrou” o Pataiense para o seu meio campo. O Pataiense nos últimos 5 minutos da partida optou por um tipo de jogo mais em contra ataque para segurar o empate e foi num passe longo cruzado que Vidinha desmarcou Nascimento que voltou a “facturar” aos 87 minutos colocando o Pataiense de novo em vantagem.
    Aos 91 minutos Ivanilson recebeu ordem de expulsão por um desentendimento com Nelinho e quando tudo parecia perdido para o Beneditense, aos 94 minutos caem dois homens do Beneditense na área e o árbitro da partida não hesitou em assinalar grande penalidade, Miguel Serrazina fez o seu 3º golo da época em 3 jogos e colocou justiça no resultado final.

    ResponderEliminar
  2. 4ªJornada da Divisão de Honra 2013-2014

    Campo da Floresta, Pataias
    Árbitro: Paulo Ferrás.

    Auxiliares: Ricardo Morgado e Gonçalo Carreira.
    Espectadores: 200.
    .
    CD Pataiense 2
    Edy, Vidinha, Mário Wilson, Dinis, Diogo S., Célio, João C. (Matos, 91 min.), Tiago D. (Baixinho, int.), França (Filipe N., 71 min.), Nelinho e Nascimento.

    Não jogaram: Alexandre, Dyma, Marco Veiga e Filipe S.
    Treinador: José Carlos.
    .
    Sp. Pombal 1
    Sérgio, Lagoa, Lomba, Paulito, João Miguel, Nelson Brites (Pimenta, 82 min.), Rica, J. Pinto, Miguel Carvalho (Cristiano, 63 min.), Semedo (Diogo Neves, 71 min.) e Rúben Martins.

    Não jogaram: Xola, Pesca, Dani e Tomás.
    Treinador: Nuno Pereira.
    .Ao intervalo: 0-1.
    Golos: 0-1 por Lagoa (45 min.); 1-1 por Baixinho (54 min.); 2-1 por França (56 min.).
    Acção Disciplinar: Amarelo a Dinis (34), Rica (81), Filipe N. (88), Baixinho (90), Edy (91)e J. Pinto (90+1).
    .
    O Pataiense surpreendeu tudo e todos ao levar de vencida o até aqui invicto Sp. Pombal por 2-1.
    Num jogo muito disputado mas nem sempre bem jogado, a primeira oportunidade de golo surgiu para o Pataiense num livre lateral onde Dinis cabeceou por cima da baliza de Sérgio. A partir daqui, o Sp. Pombal tomou conta do jogo e criou perigo após excelente trabalho de Rica na direita, com Ruben a aparecer sozinho na pequena área mas a cabecear para fora. No minuto seguinte, Semedo, isolado, permitiu a defesa de Edy. A culminar esse ascendente do Pombal surgiu o golo inaugural na sequência de um canto curto com Lagoa a corresponder de cabeça ao cruzamento de João Miguel.
    Na etapa complementar, o Pataiense entrou com outra postura tendo sido premiado com dois golos de rompante. Célio iniciou a recuperação ganhando uma bola no meio-campo onde o recém-entrado Baixinho finalizou à boca da baliza uma bela jogada de envolvimento.
    Ainda a equipa pombalense digeria o empate e já se via em desvantagem no 'placard', com França a encostar para a baliza deserta fazendo o 2-1.Na resposta, Ruben voltou a falhar perante Edy, com o Sp. Pombal a tomar contar do jogo sem que, com isso, conseguisse criar verdadeiras situações de perigo contra uma defensiva do Pataiense onde Mário Wilson foi imperial.
    Um resultado que premeia a eficácia da equipa da casa e a inoperância do até então líder do campeonato.Arbitragem regular de Paulo Ferrás.
    .
    Opinião dos treinadores:
    José Carlos (Pataiense): "Sabíamos que seria um jogo extremamente difícil contra um crónico candidato ao título, mas não há vencedores antecipados. A segunda parte valeu pela grande atitude competitiva demonstrada e o resultado acaba por se justificar".
    Nuno Perreira (Sp. Pombal): "A minha equipa foi melhor que o Pataiense mas isso não se reflectiu no resultado. Fizeram três remates à baliza e conseguiram dois golos. Por isso, estão de parabéns".

    Texto : Fábio Osório (Diário de Leiria)

    ResponderEliminar
  3. 6ªJornada da Divisão de Honra 2013-2014

    Campo da Floresta, Pataias.
    Árbitro: Sebastien Van Braekel.

    Auxiliares: Bruno Vicente e Micael Rodrigues

    Espectadores: 200.

    .

    CD Pataiense 4
    Edy, Vidinha, Mário Wilson, Dinis (Margo Veiga, 82 min), Diogo, Célio, João Costa, Tiago Domingues, França (Dyma, 87 min), Nelinho (Filipe 78 min) e Baixinho.
    Não jogaram: Alexandre, Nascimento, Matos e Pêpê
    Treinador: José Carlos.

    GRAP 0
    Mocheco, Tiago Clemente, Oliveira, Fábio Martins, Ricardo Pontes, Bruno Ilídio, Pedro Li (Pedro Roda aos 66 min), Faustino (Colaço, 62 min), Joel, Neves (João Paz aos 80 min) e Ferraz.
    Não jogaram: Ângelo, Celso, Trindade e Pinuko
    Treinador: Pedro Solá.

    .

    Ao intervalo: 3-3.
    Golos: João Costa(1 min); 2-0 por Célio(31 min); 3-0 por Tiago Domingues(44 min); 4-0 por Nelinho(58 min)
    Acção Disciplinar: Amarelo a Mocheco(30 min); Ferraz(34 min e 66 min); Fábio Martins(40 min); Dinis(47 min) Bruno Ilidio(60 min) Joel(86 min) França(86 min) e, Ricardo Pontes(88 min). Vermelho a: Ferraz(66 min).
    .
    O Pataiense venceu ontem o GRAP num bom espectáculo de futebol, perante boa moldura humana. Ambas as equipas vinham moralizadas pelas vitorias na jornada anterior. A equipa da casa que não poderia ter entrado melhor no jogo, pois logo no minuto inicial inaugurou o marcador por João Costa.
    Os Pousos tentou responder mas a defensiva visitada ia bloqueando todas as investidas. Foi então que, à meia-hora, surge o caso do jogo, quando o árbitro marca um livre indirecto dentro da área visitante, perante o espanto geral. O capitão Célio não se fez rogado e fez o 2-0.
    Os visitantes tentaram pegar no jogo na esperança de reduzir a vantagem, mas, numa desconcentração defensiva, Tiago Domingues aumenta o 'placard' por três bolas de diferença. Na etapa complementar, o Pataiense voltou a entrar melhor e Nelinho, num livre lateral onde ninguém chega a tocar na bola, esta acaba dentro da baliza de Mocheco. O GRAP tentava responder mas sem o discernimento necessário. No minuto 66, a equipa forasteira fica reduzida a 10 homens, pois Sebastien considerou que Ferraz se fez ao penalty numa decisão que nos pareceu muito rigorosa. Até final, o Pataiense limitou-se a gerir o jogo, enquanto o GRAP tentava o seu tento de honra, mas em inferioridade numérica tornou-se uma tarefa complicada. Um jogo que merecia uma arbitragem bem melhor, num trabalho fraco, com claro prejuízo para os visitantes.
    ------
    Opinião dos treinadores:
    José Carlos: "Foi um jogo bem conseguido da nossa parte, onde o primeiro golo cedo foi determinante. O lance do 2-0 é decisivo para o resto do jogo, num lance que me disseram ter sido por palavras ao árbitro. Nós fomos extremamente eficazes e acabámos por controlar e gerir o jogo, embora reconheça que por números exagerados. Parabéns aos meus jogadores por porem em prática aquilo que trabalhámos semanalmente."
    Pedro Solá: "Resultado justo mas o 4-0 é penalizador para a minha equipa. Uma falta de concentração dá origem ao golo madrugador e depois do segundo golo veio ao de cima a imaturidade da equipa, mas lutaram até ao fim”.

    ResponderEliminar
  4. CD Pataiense 3
    Edy, Bruno Vidinha, Mário Wilson, Dinis, Diogo Soares, Tiago Domingos (Filipe Neves, 82 min.), João Costa, Célio, Nascimento, Nelinho (Matos, 69 min.) e França (Filipe Sousa, 88 min.).

    Não jogaram: Alexandre, Mário Veiga, Cristiano Pepê, Dyma.
    Treinador: José Carlos.
    .
    SCL Marrazes 2
    Marcelo, Pedro Órfão, Renison, Miranda, Junior (Tozé, 68 min.), Boris, Frade, Eusébio, Neto, Pedro Mirre (João Vitor (82 min.), Paulo (Ednilson, 55 min.).

    Não jogaram: Carlos, Claudio, Paulo Sérgio, Yago.
    Treinador: Rui Bandeira.
    .

    Ao intervalo: 2-0.

    Golos: 1-0 por Nascimento (12 min.); 2-0 por Nascimento (40 min.); 3-0 por França (63 min.); 3-1 por Ednilson (68 min.);3-2 por Ednilson (90+3 min.).
    Acção Disciplinar: Amarelo a Tiago Domingos (81) e Neto (84).
    .
    O Pataiense continua a ser uma das agradáveis surpresas do campeonato, não só pelos resultados, mas sobretudo pelo bom futebol praticado. Frente a um Marrazes que apenas conseguiu equilibrar o jogo quando o resultado já ditava o 3-0, o Pataiense puxou dos galões para garantir uma vitória indiscutível que só fica manchada pelos deslizes defensivos que permitiram os tentos dos marrazenses.
    O jogo começou com um Pataiense 'mandão' contra o Marrazes que apostou no 4x4x2 e foi sem surpresa que surgiu o primeiro logo num cruzamento de Bruno Vidinha com Nascimento a cabecear para defesa de Marcelo, mas na recarga o avançado não perdoou.
    Com a equipa da casa a comandar por completo as operações, foi João Costa, com um remate perigoso, a colocar Marcelo à prova. Depois da ameaça, veio mesmo o golo numa excelente desmarcação que deixou Nascimento na cara de Marcelo, com o avançado a não perdoar e a bisar na partida.
    Ao intervalo o resultado não merecia qualquer contestação, mas na etapa complementar, o Marrazes apareceu com outro dinamismo e disposto a lutar pelos pontos. Contudo, Nascimento, em tarde endiabrada, não quis dar veleidades e serviu de bandeja França que na cara de Marcelo, desviou a bola para o golo com um toque subtil.
    Pouco depois do 3-0, Nelinho tem uma perdida incrível para poder aumentar a vantagem, mas foi Ednilson, no outro lado do campo, a aproveitar a passividade da defesa da casa para se antecipar a Edy e fazer o 3-1 de cabeça.
    Com um Marrazes bem melhor do que tinha mostrado no primeiro tempo ainda se pensou que o conjunto de Rui Bandeira tivesse uma palavra a dizer na partida, contudo, uma perdida incrível de Boris quando tinha tudo para fazer o golo impediu que o Marrazes ainda sonhasse.
    Já no período de compensação, o inconformado Ednilson aproveitou um cruzamento na esquerda para cabecear para o 3-2 num golo de belo efeito.
    Vitória justa do Pataiense que foi dominador durante largos períodos do jogo contando com Nascimento em grande plano, mas desceu imenso de produtividade após chegar ao 3-0. Quanto ao Marrazes, os primeiros 45 minutos de mau futebol praticamente condenaram a equipa a um mau resultado.
    O árbitro Nelson Pereira tentou gerir o jogo com um critério largo o que deu aso a alguns erros. Contudo, rubricou um trabalho positivo.

    ResponderEliminar
  5. 13ªJornada: Peniche 5 - Pataiense 0terça-feira, janeiro 14, 2014

    O Grupo Desportivo de Peniche confirmou este domingo o excelente momento de forma que está a ultrapassar na Divisão de Honra depois da goleada de 5-0 que impôs ao segundo classificado e que ainda não tinha perdido na prova, Clube Desportivo de Pataiense.
    A turma de Peniche entrou muito bem na partida e cedo chegou a uma vantagem de 2-0 com golos de Abel Vagos e Tiago Ferreira.
    O Pataiense que entrara “adormecido” não conseguiu reagir, com a formação comandada a não ter dificuldade em construir uma goleada, com os restantes golos a serem apontados por João Silva, Rúben Sancheira e por Fábio Mateus.
    Vitória justissima do Grupo Desportivo Peniche, que aproveitou da melhor forma o “desnorte” da equipa de Pataias, que ainda não tinha sofrido qualquer derrota a nível oficial esta temporada.
    Com este triunfo, a turma de Peniche ascendeu ao segundo lugar da prova, alcançado precisamente o Pataiense, somando as duas equipas os mesmos 28 pontos, estando agora a seis pontos do líder, Sp. Pombal.
    Na próxima jornada, o Pataiense recebe no Campo da Floresta a Moita do Boi enquanto que o Peniche desloca-se ao reduto do Sp.Pombal.

    ResponderEliminar
  6. 19ªJornada da Divisão de Honra
    Estádio Municipal de Pombal
    Árbitro: Fábio Piló.
    SC Pombal 0 - CD Pataiense 2
    .
    Sp. Pombal 0
    Sergio, Lagoa, Brites, Baresi, João Miguel, Miguel Xavier (Gonçalo Pimenta,80'), Rica, João Pinto, Ruben, Miguel Carvalho (Diogo Neves, 68'), Paulo Martins ( Semedo, 26 min).
    Não jogaram: Pesca, Lomba, Tiago e Cristiano.
    Treinador: Nuno Pereira.
    .
    CD Pataiense 2
    Edi; Mário Wilson, Dinis, Bruno Vidinha e Diogo; Santiago, Célio e João Costa (Matos, 82 min); Nascimento (Filipe Neves, 64 min) e Baixinho; Tiago Domingues (Sousa, 86 min).
    Não jogaram: Dima, Bertolino e Alexandre.
    .
    Ao intervalo: 0-1.
    Golos: 0-1 Nascimento (12 min) e 0-2 Nascimento (77 min).
    .
    No jogo mais aguardado da 19.ª jornada do campeonato, o Sp. Pombal perdeu diante do Pataiense por 0-2. A estratégia de contenção e aposta no contra-ataque resultou em pleno por parte do conjunto visitante. O Sp. Pombal teve mais posse de bola, mas dispôs de poucas situações de golo, perante um Pataiense que revelou bastante coesão defensiva.
    O Pataiense entrou melhor na partida, perante um Sp. Pombal que pareceu surpreendido com a boa entrada do adversário. Os visitantes chegaram ao golo aos 12 minutos por intermédio de Nascimento, que após uma boa jogada do lado esquerdo do ataque, finalizou a preceito perante o desamparado Sérgio.
    O Pataiense passou a adoptar uma estratégia de contenção e os Leões do Arunca passaram a assumir a despesas do jogo. Destaque para o lance protagonizado por Semedo, que isolado desviou a bola de Edy, mas em cima da linha Mário Wilson evitou o golo dos locais. O avançado tinha entrado há pouco tempo, devido a uma lesão de Paulo Martins.
    Ao intervalo o resultado premiava a eficácia dos visitantes. No segundo tempo a toada de jogo manteve-se com os locais a dominarem a partida, perante um Pataiense que apostava na solidez na defesa. Semedo voltou a estar em evidência, ao enviar um remate ao poste.
    O treinador Nuno Pereira lançou ainda mais um avançado na partida, neste caso Diogo Neves, mas sem grandes efeitos práticos. Aos 77 minutos, rápida transição e Nascimento antecipa-se ao central e guarda-redes do clube pombalense e faz o 2-0.
    Autêntico balde de água fria para as hostes do Sp. Pombal, alegria enorme para o conjunto visitante que aumentava a vantagem na partida.
    Os leões do Arunca continuaram a procurar golo, mas sem sucesso, devido à enorme coesão defensiva evidenciada pelo conjunto orientado por Zé Carlos.
    O Pataiense ainda criou perigo num rápido contra-ataque, mas não conseguiu finalizar.
    Com este resultado o Sp. Pombal desceu para a terceira posição a um ponto do líder Peniche. O Pataiense ascendeu à segunda posição, também a um ponto do conjunto do oeste do distrito.
    Arbitragem segura de Fábio Piló.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...